UFSC » PPGN
Programa de Pós-Graduação em Nutrição

Edital de Seleção Bolsa Pós-Doutorado – PNPD/CAPES
Publicado em 15/07/2015 às 5:14 pm

Está aberto Edital de Seleção para bolsita Pós-Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Nutrição – PNPD/CAPES (Clique aqui para acessar o Edital).

O processo de inscrição ocorrerá entre os dias 15 de julho e 18 de setembro de 2015 na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Nutrição.

Em caso de dúvidas, encaminhar e-mail para ppgn@contato.ufsc.br

Convites Defesas de Dissertação
Publicado em 23/06/2015 às 5:20 pm

O PPGN convida a toda comunidade acadêmica a participar das seguintes Defesas de Dissertação de Mestrado:

convite-defesa Natália ZucchiConvite defesa Mariana KilppConvite Juliana de Abreu GonçalvesConvite Defesa RafaelaConvite Defesa SheylaConvite Vinicius

(Clique na imagem para ampliar)

 

Exame de Qualificação de Mestrado
Publicado em 19/06/2015 às 10:29 am

O PPGN convida a toda comunidade acadêmica a participar dos seguintes Exames de Qualificação de Mestrado:

 Convite Quali JessicaConvite Qualificação Mestrado - Julia Carvalho VenturaExame qualificação mestrado TatianeCONVITE EXAME QUALIFICAÇÃO CLARICE PERUCCHI LOPESModelo_convite-de-exame-de-qualificacao_Mestrado-PPGN-2015 CinthiaConvite - Qualificação do Projeto de Dissertação Ivana Moreiraconvite angela

(clique na imagem para ampliar)

Exame de Qualificação de Doutorado
Publicado em 19/06/2015 às 10:27 am

O PPGN convida a toda comunidade acadêmica a participar dos seguintes Exames de Qualificação de Doutorado:

Convite Qualificação -MMJomori Convite Exame Qualificação Tese RayzaConvite Qualificação Adriana LoboConvite quali_D AlyneConvite quali_D Rebeca

(Clique na imagem para ampliar)

Livro sobre uma ferramenta para os professores integrarem a alimentação ao currículo escolar
Publicado em 27/07/2015 às 2:17 pm

Por meio do link http://catarse.me/ean você pode ajudar com o financiamento coletivo para publicar um livro sobre Educação Alimentar e Nutricional em Escolas (e doar 7 mil exemplares aos municípios). Você pode apoiar este projeto até o dia 20/08/2015. Quem quiser apoiar pode doar qualquer valor e existem umas recompensas pré-estabelecidas.

Os problemas da alimentação nos dias atuais têm levado a população ao excesso, de peso, obesidade e outras doenças associadas, como pressão alta e diabetes. Uma parte desse quadro é consequência de hábitos alimentares e de estilo de vida que têm origem na infância e na adolescência. Entretanto, não é fácil sensibilizar e instrumentalizar professores da educação básica para abordar essa temática nos diversos níveis de ensino e dentro dos diversos componentes curriculares (disciplinas). É aí que entra nossa proposta.

Em minha atuação como nutricionista tive a oportunidade de refletir sobre a educação alimentar e nutricional em escolas com mais de 3 mil profissionais, especialmente nutricionistas e professores, de 20 estados brasileiros e de 28 países. Ao longo dessa oportunidade, pude desenvolver e aprimorar uma proposta metodológica para inclusão, de maneira transversal e transdisciplinar, a temática da alimentação adequada, saudável e sustentável no currículo escolar.

A reflexão junto a pedagogos e outros educadores nos levou à construção da teia das dimensões da alimentação, que permte associar a alimentação à diferentes elementos e conteúdos das diversas disciplinas e campos de conhecimento. Educadores podem combinar a teia da alimentação com saberes comunitários e escolares, nos diversos níveis de ensino e componentes curriculares, em uma mandala para a construção de projetos pedagógicos, um instrumento desenvolvido pela ONG Casa das Artes, do rio de Janeiro, e preconizada pelo Ministério de Educação para a educação integral.

É a divulgação dessa metodologia da mandala das dimensões da alimentação, por meio da distribuição de livro, CD e pôster, que você pode apoiar agoraSe conseguirmos atingir a meta final de R$50.690 (veja tópico no final da página sobre essa meta estendida, porque têm mais brindes de recompensa), será possível:

    • Editar o livro com a metodologia da Mandala das Dimensões da Alimentação;
    • Editar um pôster da Mandala das Dimensões da Alimentação;
    • Criar um aplicativo que permita preencher as mandalas;
    • Criar um site do projeto;
    • Imprimir 7 mil livros e pôsteres e gravar 7 mil cópias do aplicativo em CD-ROM;
    • Doar pelo menos um kit livro+CD+pôster para cada Secretaria de Educação brasileira por meio de programas e projetos relacionados à educação alimentar e nutricional.

Clique aqui e saiba mais.

Processo seletivo – INCA – agrotoxicos, OGMs e cancer
Publicado em 15/07/2015 às 6:20 pm

A Unidade Técnica de Alimentação, Nutrição e Câncer do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) está contratando consultores para realização de revisões sistemáticas da literatura sobre os seguintes temas:

1) Agrotóxicos e câncer
2) Transgênicos e câncer
3) Edulcorantes e câncer
4) Edulcorantes e excesso de peso

Seguem abaixo algumas informações sobre a vaga:

Pré-requisito mínimo do profissional: Mestrado em Ciências da Saúde ou áreas afins
Contratação: via OPAS
Valor do contrato: R$7.500,00
Previsão de início das atividades: outubro/2015
Duração do contrato: 6 meses

Caso alguém tenha interesse, solicitamos o envio do currículo vitae para o e-mail alimentacao@inca.gov.br até o dia 24/07/2015.

Disponibilidade IMEDIATA de bolsa de pós-doutorado
Publicado em 15/07/2015 às 6:19 pm

Clique aqui para visualizar.

Isso não é felicidade – vídeo com paródia de propaganda de refrigerante mostra que a realidade não é tão doce
Publicado em 06/07/2015 às 3:49 pm

Vídeo alerta sobre perigo de refrigerantes com paródia de comercial da Coca-Cola

Vídeo feito em hospital por centro de pesquisa americano e traduzido em parceria com o Idec muda letra de famoso comercial da Coca-Cola dos anos 70 e alerta para reais consequências do consumo de refrigerantes

Americanos que sofrem de diabetes, cárie dentária, ganho de peso, e outras doenças relacionadas ao consumo de refrigerante estrelaram um remake do icônico anúncio “Hiltop”  feito pela Coca-Cola em 1971, com uma canção sobre a marca. De acordo com a organização americana sem fins lucrativos CSPI (Centro para a Ciência de Interesse Público), chegou a hora de “mudar a sintonia” e também a letra daquela canção, cuja versão brasileira foi traduzida para o português em parceria com o Idec.

O novo vídeo, feito em um hospital americano, é uma justificada manifestação de defensores da saúde que lutam para reduzir a incidência de doenças relacionadas ao consumo de bebidas açucaradas na América e em todo o mundo. “Hilltop” foi ao ar pela primeira vez nos anos 70 e ganhou nova relevância cultural na temporada final da série “Mad Men”, na rede de TV AMC, com letras que cantavam “Eu gostaria de ensinar o mundo a cantar em perfeita harmonia. Eu gostaria de comprar Coca-Cola para todo mundo e tê-la em minha companhia.”
 
“Nos últimos 45 anos, a Coca-Cola e outros fabricantes de bebidas com açúcar têm usado as mais sofisticadas técnicas de publicidade e de manipulação para convencer crianças e adultos de que uma bebida perigosa para a saúde os deixaria alegres e traria bem-estar pessoal”, disse o diretor-executivo CSPI Michael F. Jacobson. “É uma campanha de lavagem cerebral de vários bilhões de dólares, feita para nos distrair de preocupações como a diabetes, com pensamentos felizes. Nós pensamos que era hora de mudar essa sintonia”.
 
Refrigerantes e outras bebidas açucaradas são a principal fonte de calorias na dieta americana e aumenta os riscos de se contrair diabetes, cárie dentária, e ganho de peso: condições experimentadas pelos pacientes do hospital de Dever que participaram no filme.
 
“O consumo de refrigerante é apenas um dos vários fatores de risco para doenças relacionadas com a dieta, mas é uma dos mais importantes”, disse Dr. Jeffry Gerber, um médico do mesmo hospital, que também aparece no filme. “Como um médico que pergunta a seus pacientes sobre suas escolhas alimentares, eu vejo ligação entre o consumo de refrigerantes e doenças crônicas como a diabetes, doenças cardíacas e obesidade todos os dias. É difícil pedir aos pacientes moderem seu consumo de refrigerante quando toda a publicidade, marketing e a presença global destes produtos no mundo incita novamente as pessoas a exagerarem nas bebidas açucaradas. “
 
O vídeo estará disponível com legendas em espanhol, português, francês, hindi e mandarim e será um importante recurso a ser utilizado por organizações que atuam na defesa da saúde ao redor do mundo – onde a Coca-Cola e Pepsi investem bilhões de dólares por ano para promover o consumo de seus produtos.
 

Abertas as inscrições para Reunião do Fórum Catarinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos na próxima semana
Publicado em 06/07/2015 às 3:47 pm

O Intituto de Pesquisa em Risco e Sustentabilidade (Iris/UFSC) realiza na próxima segunda-feira, a partir das 13h, a reunião do Fórum Catarinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos (FCCIAT), no auditório do Centro Socioeconômico (CSE). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até domingo pelo formulário disponível no site do evento. O FCCIAT é um espaço permanente, plural e aberto de discussão e formulação de propostas de interesse coletivo, formado por entidades da sociedade civil organizada, Ministério Público e órgãos dos poderes do Estado de Santa Catarina. Tem como objetivo geral proporcionar, em âmbito estadual, o debate das questões relacionadas aos agrotóxicos, produtos afins e transgênicos, de modo a fomentar ações integradas de tutela à saúde do trabalhador, do consumidor, da população e do ambiente ante os males causados pelo uso indevido de ingredientes químicos e da transgenia.

Mais informações: fcciat.blogspot.com.br

Ciência venceu, diz pesquisador que revelou danos da gordura trans há 50 anos
Publicado em 06/07/2015 às 3:45 pm

Em 1957, o pesquisador de nutrição Fred Kummerow foi um dos pioneiros aO pesquisador em seu laboratório na Universidade de Illinois, na cidade de Urbana (EUA) apontar os malefícios da gordura trans e relacioná-la às doenças cardiovasculares.

A descoberta veio depois de analisar artérias de pacientes que tinham morrido de infarto e encontrar gordura trans no tecido delas.

Rick Danzl/Associated Press
O pesquisador em seu laboratório na Universidade de Illinois, na cidade de Urbana (EUA)

As cinco décadas seguintes foram dedicadas aos estudos dos efeitos da gordura trans sobre a saúde humana –e à guerra declarada contra a substância.

Foi só na última terça-feira (16), porém, que a FDA (agência reguladora de alimentos dos Estados Unidos) enfim proibiu o uso da gordura trans em alimentos e afirmou que a substância não é considerada segura.

Clique aqui e continue a leitura

Uso de agrotóxicos no Brasil cresce mais de duas vezes e meia em dez anos
Publicado em 30/06/2015 às 12:16 pm

O uso de agrotóxicos na agricultura brasileira mais do que dobrou entre os anos de 2002 e 2012, divulgou hoje (19) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a pesquisa Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS), o uso de agrotóxicos saltou de 2,7 quilos por hectare, em 2002, para 6,9 quilos por hectare em 2012 – variação de cerca de 155%.

Segundo o IBGE, os produtos mais usados em 2012 são os considerados perigosos ou muito perigosos, com 64,1% e 27,7% do total de produtos comercializados naquele ano.

Os herbicidas foram os agrotóxicos mais comercializados no período, com 62,6% do total de vendas, seguidos dos inseticidas, com 12,6%, e dos fungicidas, com 7,8%.

Clique aqui e leia na íntegra

EUA dá passo para remover gorduras trans em alimentos
Publicado em 29/06/2015 às 5:35 pm

Com base em uma revisão completa da evidência científica, a Administração de Remédios e Alimentos (FDA, na sigla em inglês) do país determinou dia 16 que o uso da gordura trans para utilização na alimentação humana não é seguro. Os fabricantes de alimentos têm três anos para remover produtos de óleos parcialmente hidrogenados.
“A ação da FDA sobre esta importante fonte de gorduras trans artificiais demonstra o compromisso da agência sobre a saúde do coração de todos os americanos”, disse o representante da FDA, Dr. Stephen Ostroff. “Esta ação é esperada para reduzir as doenças cardíacas e prevenir milhares de ataques cardíacos fatais a cada ano.”
A medida vai reduzir significativamente o uso de óleos parcialmente hidrogenados, a principal fonte de gorduras trans artificiais no fornecimento de alimentos. Desde 2006, o DFA tem exigido que fabricantes incluam informações sobre o conteúdo de gordura trans no rótulo nutricional dos alimentos. Entre 2003 e 2012, a FDA estima que o consumo de gorduras trans diminuiu entre os consumidores em cerca de 78 por cento e que o padrão de rotulagem de alimentos e reformulação da indústria foram fatores-chave de informação para ajudar os consumidores a fazer escolhas mais saudáveis ​​e reduzir as gorduras trans nos alimentos.

Seminário PGFAR
Publicado em 29/06/2015 às 5:30 pm

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 27 de julho 2015 - 14:18:41
SeTIC
Páginas UFSC